Após roubar bolsa de grávida, homem é detido por moradores, no São Luiz

Pessoas que flagraram a ação impediram a fuga

-
Crédito: Daiane Benso e Divulgação

Após ser suspeito de roubar a bolsa de uma gestante, no estacionamento de um supermercado, na rua Felipe Schmidt, bairro São Luiz, na noite desta quinta-feira, 10, um homem foi detido por pessoas que viram a ação.

Segundo informações, o suspeito pegou a bolsa da mulher e tentou fugir em um carro VW/Gol. A ação foi flagrada por pessoas que passavam pelo local que impediram a fuga.

Ele foi obrigado a sair do veículo e detido pelas pessoas até a chegada da Polícia Militar ao local. O suspeito foi encaminhado ao pronto socorro do Hospital Azambuja, devido a ferimentos leves e, posteriormente, será levado a Delegacia de Polícia.

Atualizada as 23h20

Tiago Rodrigo da Cunha, 31 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira, 10, após roubar a bolsa de uma mulher grávida, de 36 anos, mas não deu sorte e foi detido por seguranças e populares, por volta das 19h30, na rua Felipe Schmidt, bairro São Luiz. Após ser dominado tentando fugir, ele acabou sendo agredido por populares no momento em que já estava dentro de um Gol que estava estacionado nas proximidades.

A Polícia Militar foi acionada e precisou do apoio do Corpo de Bombeiros para conduzir Cunha para um atendimento emergencial no Hospital de Azambuja. Em seguida, ele foi conduzido para a delegacia e autuado em flagrante pela delegada Rosi Barbosa Serafim por roubo. O ator já possui passagens por tráfico de droga e roubo.

Reincidente

Cunha é reincidente não apenas na prática de roubo, mas na reação das vítimas e populares. No dia 13 de setembro de 2014 ele tentou assaltar clientes de um estabelecimento comercial no bairro Águas Claras, simulando com o dedo por debaixo de uma camiseta que estava armado, mas foi descoberto e apanhou das supostas vítimas, além de ser preso naquela ocasião.

Reação familiar

Um irmão de Cunha que foi até a delegacia no momento em que ocorria o flagrante, deparou-se com a vítima saindo e a abordou, pedindo perdão em nome da família. Ele estava emocionado e chorou copiosamente ao ver o irmão preso novamente e fez um comentário, dizendo que “não dá para entender por que ele faz isso”.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *