Notícia de Prancheta

Prancheta: Colorados, a queda para a Série B não é o fim do mundo!

Colorados, consolem-se uns aos outros. Façam um grupo de autoajuda para resistirem às provocações adversárias. É a primeira vez que vocês disputam a segunda divisão do futebol nacional, mas a verdade é que não é o fim do mundo. O Inter é muito maior do que a Série B. Só que resta saber qual lição vocês vão tirar deste ‘fundo do poço’. Será a lição do Corinthians, que caiu em

Prancheta: Chapecoense, um exemplo de vida

Estamos nesse mundo só de passagem, mas somos nós que decidimos como essa passagem será. Alguns optam pela mesquinhez, e vivem somente para si mesmos, buscando arrecadar bens materiais e pouco importando se com isso até mesmo as questões de vida ou morte de outrem ficam na berlinda. Outros são mais altruístas, se sentem bem em fazer o bem para os outros, um dos principais ensinamentos de Jesus Cristo no

Prancheta: os motivos de o Palmeiras ter sido campeão

Dezenas de fatores podem ser apontados para definir o título da Sociedade Esportiva Palmeiras. Aí, surgem os matemáticos de boteco e os filósofos de balcão, cada um com sua teoria. Em comum entre os etílicos eruditos estão duas palavras: regularidade e elenco. Regularidade por ter sido a equipe que venceu quando tinha que vencer e foi superado somente quando era aceitável. Não perdeu pontos de bobagem, além de ter garfado

Prancheta: Futebol já está na reta final no Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana

O ano passou outra vez como um foguete. Para quem é apaixonado pelo futebol, restam ainda as últimas emoções para saber quem ainda será rebaixado, quem de fato conquista o título do Brasileirão, da Copa do Brasil – e será que a Chape leva essa Sul-Americana? Algumas definições já aconteceram no fim de semana pelo Brasileiro. Na capital catarinense, enquanto um sobe, o outro desce. Com uma arrancada fenomenal, o

Prancheta: Esporte catarinense está na UTI

O esporte em Santa Catarina está hospitalizado, na UTI. Pra piorar, sem dinheiro, depende do SUS. Os sintomas são o desprestígio dos Jogos Abertos, o desrespeito com as competições de base e a simples inexistência da contribuição aos atletas catarinenses. As causas são o excesso de trocas de gerência da Fesporte, o distanciamento de quem administra o esporte dos atletas, a falta de colaboração das federações esportivas com os praticantes

Prancheta: Por que o futebol catarinense ainda é varzeano?

Seria fazer eufemismos dar um outro adjetivo ao futebol catarinense que não seja varzeano. Longe do universo dos cinco times que disputam as séries A e B do Brasileirão e representam menos de 20% do total de clubes profissionais do estado, o trato com o esporte é praticamente amador. Desumano até, como nos exemplos recentes de Marcílio Dias e Operário de Mafra. Na equipe itajaiense alguns atletas estão há três

Prancheta: Brusque sofre no esporte de base

A queda na base Alguns podem não ter percebido, mas Brusque caiu drasticamente nos Joguinhos Abertos em comparação com 2015. Isso é um problema sério. A competição envolve a base, portanto o futuro do esporte no município. Se a base está frágil, toda obra é comprometida. Diferente dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), os Joguinhos refletem de fato o trabalho que é feito dentro das cidades. O problema não

Prancheta: Brusque terá a missão de reanimar atletas emprestados ao Marcílio

O ano de 2017 não será mais um no calendário do Bruscão. Significa nada menos do que os 30 anos da fundação do clube. Nos bastidores, a diretoria já planeja promoções e eventos tanto para homenagear o quadricolor quanto para rechear os combalidos cofres. Enquanto isso, grande parte do time disputa a Série B com a camisa do Marcílio Dias, já que foram emprestados pelo quadricolor ao time de Itajaí.

Prancheta: cenário de incertezas no futuro do esporte brusquense

Com novo prefeito eleito em Brusque, surge uma enxurrada de dúvidas nas mais diferentes áreas, e no esporte não poderia ser diferente. As associações esportivas e atletas da região começam a se perguntar: será que teremos melhorias? Ou vai ficar pior do que já está? O bolsa-atleta vai continuar? A Fundação Municipal de Esportes (FME) vai continuar assim, autônoma, ou vai ganhar uma importância menor dentro de uma secretaria? Questões

Prancheta: Reivindicações do esporte para o próximo prefeito

O esporte reivindica espaço Caros candidatos à prefeito de Brusque. Domingo é dia de eleição, e se tem uma área que carece de atenção é o esporte. A terra que tem orgulho de falar de seus campeões, como Murilo Fischer, Soelito Gohr, Matheus Rheine e Marcio May também é a terra que, a cada ano que passa, investe menos nos seus atletas. O município que enche a boca para falar