Notícia de Rosemari Glatz

Francisco Carlos de Araújo Brusque – um breve currículo

Em 06.09.1859, Francisco Carlos de Araújo Brusque, por ato do Imperador, foi nomeado Presidente da Província de Santa Catarina, vindo a substituir João José Coutinho. Naquele tempo, Araújo Brusque era deputado da Assembleia Geral Legislativa pela Província do Rio Grande do Sul. Acompanhado da família, chegou a 20 de outubro de 1859, a bordo do vapor “Princesa de Joinville”. Desembarcaram no trapiche da Alfândega de Desterro, de onde seguiram para

Carlos Renaux condenado à morte por fuzilamento

Logo após a proclamação da república em 1889, o Brasil viveu tempos sangrentos de guerra civil. A Revolução Federalista, motivada pela instabilidade política durou dois anos e meio e foi uma das mais violentas e sangrentas revoltas travadas no sul do país. Na época, Floriano Peixoto era o presidente do Brasil e se colocou ao lado do governo do estado do Rio Grande do Sul (RS). Como os opositores de

A praça Barão de Schnneburg é nossa!

Com a demolição do antigo Platz, o destino da Praça Barão de Schnneburg volta à discussão entre os brusquenses. Em pleno coração da cidade, próximo a vários pontos turísticos, pode ser o espaço ideal para fortalecer a história e a cara de Brusque. Como já disse o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE, Marcelius Aguiar, “ A praça precisa ser um marco para a cidade em que

Brusque: fragmentos da história da colonização

Quando falamos de Brusque, o ano de 1860 é referenciado como data do início da colonização. Outrossim, quando os primeiros imigrantes alemães chegaram o território já estava ocupado. Para compreender essa história é preciso “voltar um pouco no tempo” e, ao fazê-lo, verifica-se que a fundação de Brusque, na verdade, se mistura com a própria fundação de Itajaí. Para elucidar a explicação, tomo como fonte de pesquisa o livro História

A Campanha de Nacionalização em Santa Catarina

Primeiro, aliciaram-se colonos livres para substituir o braço escravo e para povoar territórios, fizeram-se concessões de terras, subvencionaram-se os imigrantes prometendo-lhes a nacionalização. Ai, veio um segundo regime republicano e lhes cassa, sem mais nem menos, uma parte dos direitos outorgados, dizendo-lhes: até aqui, fostes brasileiros integrais. Mas, de hoje em diante, passas para o rol dos cidadãos de segunda classe, com os mesmos deveres antigos, mas somente com a

Famílias de Origem Alemã no Estado de Santa Catarina

Está agendado para o dia 12 de novembro de 2016 o lançamento do livro cooperativado “Famílias de Origem Alemã no Estado de Santa Catarina – Volume I”, marcando os 188 anos da chegada dos primeiros grupos de imigrantes alemães ao estado. Conheça um pouco mais sobre a história da imigração e sobre o projeto cooperativado. Ainda restam algumas vagas para as famílias de origem alemã que imigraram para SC e

São Paulo: destino da 4ª Viagem de Estudos do Rotas do Itajaí

Entre 9 e 11 de junho, acadêmicos do Centro Universitário de Brusque viajaram para São Paulo onde a maior cidade do país serviu de case para o projeto “Rotas do Itajaí”, do curso de Administração da UNIFEBE, que tem como objetivo identificar, observar e analisar, em destinos nacionalmente reconhecidos, boas práticas cujos modelos possam ser adaptados à cultura e as peculiaridades da região de Brusque. Visitas técnicas nas empresas Renner

Tributo a Guabiruba II

Dia 10 de junho Guabiruba festejou 54 anos de emancipação política. A cidade foi colonizada partir de 1862 por alemães de Baden e emancipada de Brusque 100 anos depois. O catolicismo é a religião predominante e o “Espetáculo Paixão e Morte de um Homem Livre”, apresentado bianualmente no período que antecede a Páscoa, retrata a força artística do seu povo. Mas essa é apenas uma das inúmeras manifestações da cultura

Conhecendo Botuverá – Santa Catarina

Em 09 de junho o Município de Botuverá festeja 54 anos. Conhecida internacionalmente por suas cavernas milenares e gigantescas, a cidade foi colonizada por imigrantes italianos, principalmente da região de Bérgamo, que emprestou o nome à comemoração mais importante do lugar -  a “Festa Bergamasca”. Em 2016 a festa acontece entre os dias 10 e 12 de junho, celebrando seu jubileu de prata e se consagrando por reunir várias gerações

Complexo Turístico Berço da Fiação Catarinense

Conta-se que, lá pelos idos de 2016, um grupo de entidades e munícipes interessados na preservação do patrimônio histórico da cidade procurou o Prefeito com o seguinte pleito: que o Município requeresse, junto à massa falida da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux S/A, para que o patrimônio de interesse histórico fosse revertido ao Município como dação em pagamento pelo IPTU atrasado. O Prefeito acatou o pedido do povo e requereu