Candidato a vice-prefeito, Moacir Giraldi (DEM) comenta intenções se for eleito com Jones Bosio (DEM)

"Como vereador, não consegui fazer a clínica deslanchar", afirma Giraldi

moacir giraldi (Copy)
Moacir Giraldi foi eleito vereador em 2012 -
Crédito: Marcos Borges

Defensor dos direitos dos animais, Moacir Giraldi juntou-se ao Democratas neste ano. Ele compõe a chapa pura do DEM ao lado de Jones Bosio, que concorre como prefeito. Giraldi disse, na sabatina feita pelo Município Dia a Dia, que pretende ser um vice-prefeito ativo e fazer a ligação entre a comunidade e a prefeitura.

Giraldi é o terceiro candidato a vice-prefeito entrevistado pelo jornal. A ordem dos entrevistados foi definida em sorteio realizado na presença de representantes das coligações. Ele concedeu entrevista na qual falou das suas intenções como vice-prefeito e do desafio de fazer campanha.
Atualmente, o candidato é vereador. Foi eleito em 2012 com a bandeira de ser protetor dos animais. Ele afirma que está trabalhando na causa animal há mais de 16 anos. Na Câmara, ele propôs a criação de uma clínica veterinária pública.

Apesar de aprovado, o projeto não foi posto em prática. Caso eleito, ele diz que a criação do espaço será uma das suas prioridades.
Giraldi diz que aceitou o desafio de concorrer à Prefeitura de Brusque a pedido de Bosio, que voltou ao partido, no ano passado, com a intenção de disputar as eleições de 2 de outubro.


Papel do vice-prefeito

Assim como outros candidatos a vice já declararam, Giraldi também não pretende assumir nenhum cargo no primeiro escalão da administração municipal se for eleito. “Como vice-prefeito, vou fazer diferente das outras administrações, em que geralmente o vice-prefeito assume algum papel. Na última gestão [de Paulo Eccel], o vice assumiu o Samae. Isso, eu não farei”, diz.

O candidato diz que o vice-prefeito deve ser um elo entre a prefeitura e a população. Para isso, deve percorrer os bairros, visitar obras e postos de saúde. Ele afirma que o vice não deve apenas ficar no prédio da prefeitura, deve ir em busca de contato do povo.

Apesar de não querer, Giraldi não descarta assumir alguma secretaria, caso seja necessário por causa da questão financeira, no entanto, só em último caso.


Articulação com a Câmara

O candidato do DEM foi eleito em 2012 como vereador, ainda pelo PTdoB. Nos quase quatro anos, angariou experiência no parlamento e, agora, diz que irá colocá-la em prática. Giraldi diz que terá papel na articulação com a Câmara de Vereadores, para evitar que pautas-bomba sejam rechaçadas.

“Um dos pontos importantes para o vice-prefeito e para o prefeito é fazer essa articulação. Com os projetos que são encaminhados, tem que ter esta articulação. Tem projetos polêmicos que são encaminhados e é preciso explicar que são importantes para a comunidade”, diz Giraldi.


Composição da chapa

Inicialmente, o DEM iria compor a chapa com o PP, com José Luiz Cunha, o Bóca, na cabeça de chapa. Entretanto, nas convenções partidárias os progressistas fecharam com o PSDB e o DEM se viu sozinho.

O plano B foi sair com chapa pura. Jones Bosio chamou, então, Giraldi para concorrer. “O Jones Bosio me convidou e eu atendi o pedido. Para mim, é um desafio. Sou vereador e concorri a deputado federal, fui o mais votado. É um desafio importante”, afirma.

Ele acredita que o fato de concorrer com chapa pura não terá influência no relacionamento com a Câmara, caso eleitos.


Clínica veterinária

Giraldi tentou a criação de uma clínica veterinária pública na Câmara de Vereadores. Em 2014, ele quase conseguiu, por meio de uma emenda em um projeto de lei, no entanto, o artigo foi vetado.

No ano passado, foi incluído no Orçamento de 2016 R$ 400 mil para a construção da clínica. Até hoje, nada foi feito, mas o candidato diz que usará este dinheiro (que fica disponível até março de 2017).

“Como vereador, não consegui fazer a clínica deslanchar. Como vice-prefeito, vai ficar fácil. Porque temos o terreno da prefeitura, que fica no Cedrinho, é público”, afirma Giraldi. Segundo ele, o custeio da clínica, exceto funcionários, é de R$ 8 mil mensais.

Além da clínica, ele também quer um orçamento específico para a área. “A exemplo de outras cidades, vamos implantar a Secretaria de Bem-Estar Animal”, diz o democrata.


Grandes obras

O candidato democrata aproveitou os minutos para as considerações finais para falar de propostas para áreas. Antes, comentou sobre as dificuldades do município. “Não vamos prometer obras faraônicas, porque sabemos que com o orçamento do ano que vem, que é menor do que o desse, nenhum prefeito vai conseguir fazer obras faraônicas”.

Na saúde, ele afirma que o foco será em melhorar a atenção básica, nos postos de saúde. Também diz que, se eleita, a chapa irá criar um centro de imagem em Brusque, pra facilitar no diagnóstico de câncer.

A chapa também quer dobrar a compra de serviços médicos do Hospital Azambuja e fazer com que o Hospital Dom Joaquim atenda 24 horas por dia.

Na educação, a proposta dos democratas é construir novas creches e tornar o funcionamento das que já existem, gradativamente, em dois turnos, para as mães que trabalham em fábricas. Giraldi afirma que, aos poucos, também irão implantar aulas no contra-turno escolar.

Por último, afirma que, inevitavelmente, o município terá de contar com ajuda financeira do estado e da União. Também consta a intenção de continuar o prolongamento da Beira Rio e ampliar a capacidade de produção de água do Samae.

3 Comentários

  1. Avatar
    Louis setembro 10, 2016

    Opinião do Leitor:

    Como não poderia ser diferente desses discursos prontos, esse candidato também comete um erro comum, em suas declarações iniciais, senão vejamos:

    “Assim como outros candidatos a vice já declararam, Giraldi também não pretende assumir nenhum cargo no primeiro escalão da administração municipal se for eleito.” (sic).

    Porém ao mesmo tempo se contradiz, em parágrafo posterior quando diz: “Apesar de não querer, Giraldi não descarta assumir alguma secretaria, caso seja necessário por causa da questão financeira, no entanto, só em último caso.” (sic)

    – Um ponto positivo que vale e muito destacar, e parece bem intencionado quando declara: “A exemplo de outras cidades, vamos implantar a Secretaria de Bem-Estar Animal”, (sic)

    Eu sei, o (sic) cansa! …lol…

    Uma sugestão de eleitor, que ainda se encontra estudando os candidatos e suas intensões governistas:

    - Junto de seus pares, do legislativo, executivo e judiciário, os quais acredito que componham a chapa (não havendo representantes desses três pilares esqueçam governar ou se aventurar a um pleito de tamanha importância), TRABALHE para que seja EFICAZ a proibição de explosão de fogos de artifícios a bel prazer, seja em época que for, festas tradicionais que forem, principalmente próximo a hospitais, áreas urbanas ou não, por respeito a fauna e a saúde dos pequenos animais, que tanto sofrem com esse ato primitivo e egoísta;
    Lei mal cumprida, ou tipificada pela metade, de nada serve. MULTA PESADA nesses fogueteiros e organizadores das festas “explosivas”, ou senão infelizmente pra proteger esses pequenos e fiéis amigos;

    p.s.: Odeio foguetes!

    Paz & Bem.

    • Avatar
      Louis setembro 10, 2016

      Complementando o último paragrafo:

      Lei mal cumprida, ou tipificada pela metade, de nada serve. MULTA PESADA nesses fogueteiros e organizadores das festas “explosivas”, ou senão infelizmente pra proteger esses pequenos e fiéis amigos necessário se fará convocar algum “grão vizir” influente…lol…

  2. Avatar
    Samuel da Rosa setembro 11, 2016

    Considerações Finais do exposto na matéria, por leitor:

    Fazer com que o Hospital Dom Joaquim atenda 24 horas por dia? Missão Impossível. irão esbarrar na ditadura da magistratura, tão temida por Rui Barbosa, esqueçam? (não vou desenhar, o interesse, se existir é de seu partido)

    Aquele hospital virou extensão de consultório médico há muitos anos, incluindo aqui, um legado familiar que vem surgindo de forma silenciosa , visto que até extensão de outra áreas da saúde, que nada tem a ver com a finalidade hospitalar da maternidade, lá já se encontram impregnadas e edificadas, para ser mais claro; (só bater os olhos, visitem, sugiro!) Onde já se viu um hospital tirar férias coletivas, para sua diretoria curtir o verão nos balneários da vida! ( e a população?…)

    Obras faraônicas: mais do mesmo, visto que obras da SAMAE nunca terminam. É estação de tratamento de água aqui, outra ali. Os “faráos” nunca estão contentes e perpetuam eternamente seus chicotes nos peões, sempre arquitetando formas de usar o dinheiro público para sair do lugar comum e mascarar investimentos, Desvios de finalidade para cegar os incautos e miseráveis. Isso há décadas ocorre, décadas!

    Procurem outra ocupação, que não seja a mais cômoda, pois está difícil acreditar em promessas bancadas por coronelistas.

    Passei longe da fila dos Templos dos Milagres.

    Agora, fica feio desistir! Então se preparem melhor e mostrem ações antes do resulatdo pretendido, que é a eleição municipal: MISSÃO IMPOSSÍVEL até para TOM Cruize, dos filmes com efeitos de hollywood.

    Até hoje acreditei que a função de um jornal fosse informar a população do que pensam os leitores sobre as matérias. Mas, nesta modernidade contemporânea, existem mídias diversas, então…de qualquer forma se não for por este meio, estas opiniões (aqui desenhadas) chegarao à vocês, de qualquer forma, “anyway”.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *