Circuito de Corridas Unimed reúne 500 participantes em Brusque

Evento ocorreu na manhã deste domingo, 13 e contou com competidores de vários municípios de Santa Catarina

-
Crédito: Daiane Benso

Brusque sediou na manhã deste domingo, 13, a 11ª etapa do Circuito de Corridas Unimed Santa Catarina. Este é o terceiro ano em que o evento é realizado no município, com participação recorde de público: 500 inscritos. Com o objetivo de promover a saúde e trazer hábitos saudáveis à vida da população, a Unimed Santa Catarina, com o apoio da Federação Catarinense de Atletismo, realiza o circuito em 15 cidades do estado, integrando pessoas de 16 a 80 anos, desde os apaixonados por corrida e atletas profissionais até os amadores.

Dividido em categorias de 5 e 10 quilômetros, a corrida teve a largada e a chegada na Arena Brusque, com direção à rótula da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) pela Beira Rio e retorno. O trajeto de 5 km foi equivalente a uma volta, e o de 10km a duas voltas. Participaram pessoas de várias regiões do estado, como de Florianópolis, Joinville, Blumenau e Jaraguá do Sul.

O superintendente da Unimed Brusque, Eduardo Ballester, afirma que é uma satisfação estimular a vida saudável e os bons hábitos. Ele destaca que a meta é reunir desde os que já praticam alguma atividade física até aqueles que não tem o costume de se exercitar. “Têm aquelas pessoas com um preparo físico exuberante e as que não têm hábitos saudáveis. Buscamos incentivar um pouco desta prática, já que uma corrida num domingo de manhã não faz mal a ninguém”.

O gerente de marketing da Unimed Brusque, Alexandre Fagundes, afirma ainda que o circuito vem crescendo no município e que o propósito é incutir cada vez mais nas famílias brusquenses o gosto pela prática do esporte. “É o momento das famílias de Brusque e região virem e correrem na Beira Rio”, salienta.

Superar desafios

O gerente-executivo de Florianópolis, Edson Cascaes Lisboa Júnior, 38 anos, veio para Brusque em busca da mandala, já que os 100 primeiros atletas que participam de cinco das 15 provas do Circuito Unimed ganham a mandala, montada com as cinco medalhas das etapas. Ele já havia corrido neste ano em Itajaí, Joinville, Joaçaba, Blumenau e Jaraguá do Sul.

“A corrida é uma válvula de escape, em que se consegue ficar sozinho neste mundo maluco que a gente vive. Pra correr somente é preciso de um par de tênis, disposição e uma estrada”, diz Cascaes, que reitera que praticar atividade física é cuidar de si mesmo. “É um hobby, que me permite viajar, conhecer lugares e pessoas”.

Quem também adora correr é a personal trainer da Viva Sport Academia, Andreza Fischer, 26. Juntamente com 16 alunos – de corrida e de treinamento funcional, ela participou do circuito. Conforme a personal, o intuito não é chegar ao pódio, mas superar desafios. “A ideia é a superação e mostrar o quanto a atividade física é benéfica à saúde”.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *