É hora do lanche

receita michelle

Houve um tempo em que tudo fechava na hora do almoço. Todos os comércios, serviços, consultórios, empresas e escritórios, cerravam suas portas para uma prazerosa refeição, seguida de pequena “siesta”. Hoje, por aqui, essa prática ficou na saudade. No entanto, a nossa vizinha Argentina ainda preserva este costume em grande parte de seu território, fechando quase tudo entre 12h e 16h. A Espanha e algumas regiões da Itália também mantêm ainda acesa (na verdade apagados) essa tradição.

Nessas épocas passadas, levar um lanche de casa ou marmita, para o trabalho ou escola, não era bacana. Levar um pão caseiro, geralmente de aipim, milho ou batata doce, com pouco, ou nenhum glúten, feito pelas nossas mães, com a schmia de frutas orgânicas, sem conservantes e pouco açúcar, produzida por nossas avós, não tinha valor, nem prestígio. Dominava os industrializados. Suas embalagens coloridas, sabores diferentes, que prometiam uma delícia e garantiam a popularidade nas horas de pausa causavam o frisson do momento. E atualmente? Será que isso mudou? Como andam nossas escolhas e preferências?

Agora o ritmo é outro e para acompanhar nosso pique, preparações rápidas e marmitinhas são inevitáveis e, como se diz, “uma mão na roda”. Mas como fugir dos industrializados? Considerando a vida corrida e muitas vezes passando o dia inteiro longe de casa, precisamos nos organizar com diversos lanchinhos. Geralmente isso é um desafio, pois já não temos tempo para nada e ainda ter que arranjar um espaço para preparar tais merendinhas, pode ser desanimador. Mas creio que vale a pena o esforço, pois embora seja bem mais cômodo comprar por aí, infelizmente não é tão fácil encontrar opções saudáveis. Vale a pena tentar conciliar mais essa tarefinha na agenda!  Será que está aí um nicho de mercado? Seria muito bom encontrarmos tudo prontinho!!!

Certamente, por conta dessas circunstâncias, surgiram as ideias e receitas de comidinhas em potes, bolos de caneca, sanduíches naturais, saladas de frutas em potinhos, entre tantas outras opções saudáveis. O que temos pra hoje?

 

Bolo de Caneca!

Rendeu 4 forminhas refratária (da foto)

Ingredientes:

2 ovos

8 colheres de sopa de água

2 colheres de sopa de gordura de coco (se for líquido 3)

4 colheres de sopa cacau em pó

1 colher de chá de canela em pó

3 colheres de sopa açúcar demerara

5 colheres de sopa farinha de arroz integral orgânica

3 colheres de sopa araruta

1 colher de chá essência baunilha

2 bananas madura

2 colheres de café fermento p bolo

 

Modo de Preparo: 

 

Na batedeira bata bem os ingredientes que vem antes da farinha de arroz. Depois incorpore a farinha e araruta, a essência e as bananas amassadas. Por fim o fermento, misture bem e despeje nas forminhas untadas com gordura e polvilhadas de cacau.

Caso não queira usar batedeira, beleza, use um bowl e bata com um fouet.
Asse em forno pré-aquecido em 180° por 20min (palito seco). Eu usei um forninho bem pequeno que tenho de apoio e ficou ótimo. Fiz também  no micro, por 3 minutos em potência alta. Deu certo, mas eu particularmente não gosto da textura das coisas cozidas no micro. Agora… é só embrulhar nessa toalha e levar como lanche!

 

avatar michelle

 

Michelle Kormann da Silva – gastrônoma

 

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *