Encanamento entupido prejudica moradores há dois anos, no bairro Ponta Russa

Problema na rua Maria Salete Masiero Pedroso já ocasionou o desmoronamento de um muro

Um dos moradores da rua teve de abrir um buraco na rua para o esgoto de casa não retornar pelos ralos -
Crédito: Divulgação

Em dias de chuva intensa, os moradores da rua Maria Salete Masiero Pedroso, no bairro Ponta Russa, sofrem com a quantidade de água que escorre na via em decorrência do entupimento dos canos de esgoto. O contratempo ocorre há cerca de dois anos.

Morador da rua, o vendedor Célio Dalcastagne conta que já acionou o poder público mais de uma vez, porém o problema ainda não foi solucionado, mesmo com o deslocamento de funcionários da Secretaria de Obras até o local.

“As bocas de lobo não dão conta da água, e a água acaba escorrendo pela rua e invadindo os terrenos. Eu já perdi um muro por causa disso. E não temos o que fazer. Tem que esperar a prefeitura. São uns quatro vizinhos que sofrem com isso”, lamenta.

Para o morador, a situação piorou nos últimos 15 dias porque o esgoto da própria casa começou a retornar pelos ralos devido ao encanamento da rua, que não dá conta de escoar todo o material.

Nos dias de chuva, a água escorre pela via já que a tubulação não suporta a demanda / Foto: Divulgação

Nos dias de chuva, a água escorre pela via já que a tubulação
não suporta a demanda / Foto: Divulgação

“Eu tive que abrir um buraco na frente de casa para que o esgoto saísse, senão estaria correndo dentro de casa. E por isso fica o esgoto na rua. Isso é um descaso total”, afirma o morador.

O que a prefeitura diz

Contata pela reportagem, a Secretaria de Obras respondeu por meio da assessoria de imprensa. Segundo a pasta, a equipe já havia recebido algumas solicitações oriundas de moradores da rua Maria Salete Masiero Pedroso.

A previsão é de que, se não chover, na próxima segunda-feira, 3, uma equipe se desloque até o local para consertar a tubulação e desobstruí-la.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *