Fala, Brusque! Coleta de lixo é o serviço melhor avaliado pela população

Na pesquisa do Município Dia a Dia, o serviço prestado pela Recicle teve 81% de aprovação

recicle (Copy)
Serviço de coleta de lixo é prestado por uma empresa privada -
Crédito: Arquivo Município

A coleta de lixo tem boa aceitação entre os brusquenses, segundo a pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais da Univali/Unifebe a pedido do Município Dia a Dia. O levantamento mostra que 67,30% dos entrevistados consideram o serviço prestado pela Recicle bom e outros 13,78% consideram ótimo. 12,76% avaliam o serviço como regular, 3,08% como ruim e apenas 2,79% como péssimo. A coleta de lixo foi o serviço melhor avaliado dentre todos os pesquisados pelo Município Dia a Dia. A pesquisa foi realizada no mês de setembro, em todos os bairros do município. Foram ouvidas 682 pessoas.

O superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), Cristiano Olinger, acrescenta como positivo em sua avaliação o percentual daqueles que avaliam o serviço como regular, chegando assim a 94% de aprovação. “É um número muito significativo já que se trata de uma concessão para uma empresa privada com menor poder de controle pelo órgão municipal”, diz.

Para ele, o fato de o serviço ser prestado por uma empresa privada é determinante para a qualidade e, consequentemente, a boa avaliação. “Isso torna as decisões mais rápidas e qualquer falha na prestação do serviço é agilmente corrigida, até porque os próprios usuários se sentem no direito de reclamar por estarem pagando pelo serviço prestado”.

Outro ponto levantado por ele é o fato de a Recicle ser uma empresa de Brusque. “A empresa conhece a realidade do município, isso torna mais fácil o gerenciamento e o desenvolvimento de suas atividades para uma melhor prestação de serviços”.

O gerente da Recicle, Silvano Soares, afirma que o resultado da pesquisa reflete a qualidade do serviço prestado pela empresa em Brusque. “Como fator determinante de sucesso, posso apontar a gestão de pessoas e de processos e o comprometimento de toda a equipe, que busca sempre servir ao usuário do serviço de coleta de resíduos, com a máxima qualidade possível”.


Principais desafios

O superintendente da Fundema afirma que o principal desafio em relação à coleta de lixo em Brusque é a conscientização das pessoas quanto à diminuição do lixo gerado e à separação do lixo doméstico. “Hoje, Brusque deve ter uma taxa de reciclagem em torno de 7%, sem contar os catadores que fazem um trabalho de formiguinha, mas a Política Nacional de Resíduos Sólidos coloca uma meta mínima de 20%. Temos muito a melhorar neste quesito e isto dependerá de um trabalho forte e contínuo na educação ambiental da comunidade”.

Pare ele, o desenvolvimento da Política de Resíduos Sólidos do município é o mais urgente nesta área. “É essa política que trará um norte ou direcionamento de onde saímos e para onde queremos chegar e o que necessitamos fazer para alcançá-lo”.


Investimentos

O gerente da Recicle diz que os investimentos na área são constantes, tanto em equipamentos quanto em pessoas. “No aterro sanitário da Recicle, a preparação de novas células para receber os resíduos coletados no município e o novo sistema de tratamento do líquido decorrente da decomposição dos resíduos, já recebeu mais de R$ 10 milhões em investimentos diretos”.

Ele ressalta também que a aplicação de recursos em treinamentos internos, atualização profissional e participação em feiras internacionais também contribuem para a boa avaliação do serviço. “Buscamos o que há de mais moderno para investir em bons serviços para a população”.

Já o superintendente da Fundema diz que os investimentos do órgão estão relacionados ao projeto Heróis do Clima, desenvolvido em parceria com o Distrito de Karlsruhe, na Alemanha. “Dentro deste projeto, estão inúmeras ações e um dos focos é a questão dos resíduos sólidos, com ênfase na conscientização da comunidade para melhorar os índices de lixo gerado e o percentual de reciclados”.

Sem título

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *