Falta de repasse do governo do estado paralisa obra na rua Bulcão Viana

Prefeitura afirma que aguarda posicionamento da ADR para retomar os trabalhos

bulcão viana (Copy)
Há buracos em praticamente toda a extensão da rua Bulcão Viana -
Crédito: Juliana Eichwald

Pouco mais de um mês após ser iniciada, a obra de drenagem e pavimentação da rua Bulcão Viana – localizada entre os bairros Souza Cruz e Azambuja – foi paralisada devido à falta de repasse de recursos do governo do Estado.

A quantia, que seria de R$ 1,2 milhão, é oriunda de convênio firmado em abril deste ano entre a Agência de Desenvolvimento Regional de Brusque (ADR) e a Prefeitura de Brusque. Segundo o secretário da ADR, Ewaldo Ristow Filho, a administração municipal iniciou a obra antes de receber o repasse.

“A prefeitura fez por conta própria. Nenhuma parcela do repasse chegou ainda. E não chegou por questão de falta de recursos financeiros disponibilizados no Estado. Há vários convênios que não foram repassados e outros que estão sendo repassados”, explica.

Questionada sobre a paralisação, a Secretaria de Obras diz, por meio da assessoria de imprensa, que aguarda posicionamento da ADR e que até o momento foi executada a implantação da microdrenagem e da macrodrenagem pluvial.

Transtornos

Com a paralisação das obras, os motoristas que trafegam pela Bulcão Viana enfrentam transtornos: há buracos em praticamente toda a extensão da rua. Proprietário de uma clínica veterinária localizada no local, José Antonio Gesser Junior diz que a via está “um caos”.

“Está em estado de caos. Difícil demais de transitar. Dá poeira e barro, está feia mesma a situação. Não entendemos porque a prefeitura começou nessa data. E nos deram o aviso de obra bem em cima da hora, sem o mínimo de planejamento”, lamenta.

O presidente da Associação de Moradores da Rua Bulcão Viana e Adjacências (Ambavia), Vilmar Araldi, também conta que a via está causando transtornos e que os moradores estão reclamando constantemente.

“A via não tem condições de tráfego. A obra é essencial, estamos pedindo há tempos até porque não há drenagem na rua. Mas o problema é que foi paralisada. Esperamos que se resolva”, diz.

Para tentar solucionar os problemas, moradores da rua devem se reunir com o prefeito José Luiz Cunha, o Bóca, na manhã de hoje.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *