Gian Voltolini (PP) apresenta suas propostas em busca da reeleição em Nova Trento

"Para o próximo mandato, necessitamos diminuir o quadro de funcionários", afirm Voltolini

gian voltolini (Copy)
Gian Voltolini tem como vice Jaison Marchiori (PSDB) -
Crédito: Assessoria de Comunicação/Divulgação

Atual prefeito de Nova Trento, Gian Voltolini (PP) concorre à reeleição ao lado de Jaison Marchiori (PSDB), candidato a vice-prefeito na chapa. Voltolini é o último entrevistado na série de sabatinas que o Município Dia a Dia promove com os candidatos da cidade vizinha.

O candidato pepista diz que o município avançou em questões como Saúde e Educação, porém, o saneamento ainda é o maior desafio para a administração municipal. Voltolini também não descarta a implantação da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), um pedágio, para quem visita a Capital Catarinense do Turismo Religioso.


Maior desafio

Para o candidato, o saneamento é o principal desafio que se coloca à frente do próximo prefeito. Voltolini afirma que a Prefeitura de Nova Trento foi contemplada com o projeto em 2013, porém, ele não foi entregue.

“Para se ter ideia, somente o projeto custa em torno de R$ 2 milhões, e a sua execução creio que passe dos R$ 30 milhões. Lutaremos incansavelmente pela sua conquista, é um grande desafio para nosso próximo mandato”, afirma.


Saúde

Voltolini adota o discurso de que muito já foi feito na saúde no município. A evolução mais clara, citada pelo candidato, é a reabertura do hospital municipal – que estava fechado até 2007. Para melhorar, o pepista afirma que é preciso buscar parcerias para ampliar os serviços.

O candidato à reeleição diz que um de seus principais focos será no aumento de especialidades. Além disso, ele afirma que, se eleito, irá adquirir mais equipamentos para a realização de exames na própria cidade. “Queremos também manter as cirurgias já oferecidas no Hospital Municipal”. Voltolini não dá detalhes sobre como fará para atingir esse objetivo.


Educação infantil

O candidato afirma que, atualmente, Nova Trento não sofre com problemas de filas para creche. Segundo ele, a prefeitura investiu na ampliação das estruturas já existentes, por isso a demanda foi suprida. Voltolini diz que a prefeitura continuará a investir, pensando no futuro.


Turismo religioso

Segundo Voltolini, a prefeitura conseguiu avançar no turismo. “Conseguimos, junto ao governo federal, criar um segmento de turismo religioso no Brasil, onde o governo passou a ver Nova Trento como uma referência nesse assunto, possibilitando o recebimento de recursos e o desenvolvendo na nossa cidade”.

Voltolini diz que a intenção é investir na divulgação de materiais e na participação de feiras nacionais. Além disso, o planejamento é sinalizar e identificar os roteiros existentes de caminhadas, trilhas etc. O candidato afirma que também é importante cobrar investimentos na infraestrutura, como as rodovias que dão acesso ao município.


Pedágio

Em 2015, a Prefeitura de Nova Trento foi a Bombinhas para ver como funciona a cobrança da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), na prática, um pedágio para entrar na cidade. Voltolini afirma que é imprescindível que a cidade crie maneiras de melhorar a arrecadação.

“O pedágio pode ser uma alternativa, mas será discutido abertamente com as entidades, comércio e todos os envolvidos direta e indiretamente no turismo”, afirma o candidato.


Mobilidade urbana

O atual prefeito e candidato diz que manterá a mão única na região central, pois, de acordo com ele, melhorou o fluxo, sobretudo no horário de pico. E ele afirma que as pavimentações continuarão.

“Nosso objetivo principal é, sem dúvida, proporcionar o acesso amplo e democrático aos espaços urbanos de maneira efetiva”, diz.


Falta de recursos

As prefeituras têm sofrido com a falta de recursos por causa da baixa na arrecadação de impostos nas três esferas de poder. Voltolini diz que sentiu, no primeiro mandato, o efeito da crise que atinge o país, mas foram feitos ajustes.

“Para o próximo mandato, necessitamos diminuir o quadro de funcionários e promover a otimização do tempo e das atividades, aumentando a produtividade dos mesmos”, diz o candidato. Ele acrescenta que é preciso continuar a buscar recursos nos governos estadual e federal.

3 Comentários

  1. Avatar
    Louis Xanax setembro 22, 2016

    É muito candidato pra minha cabeça!!!

    Não Vou votar mais: AFF…

    Esse nem é de Brusque?… o Xanax bateu forte!

    #parti Entregar Curriculum

    • Avatar
      Luka setembro 22, 2016

      Mano, descansa…está acabando. Te desliga de tudo, um pouco.
      Estudar proposta de candidato de outro distrito eleitoral, tô rindo muuuuuito!

      Fica Bem!

  2. Avatar
    Zeca Tatoo setembro 22, 2016

    Esse menino mal saiu das fraldas e já vai tentar uma reeleição. Foi emancipado, só pode!

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *