Grupo “Rotas do Itajaí” visita o Cristo Redentor

Tempo colaborou e os participantes conseguiram uma visão privilegiada da capital

Contrariando a previsão de chuva, o tempo colaborou e favoreceu a vista da capital carioca
-
Crédito: Suellen Pereira Rodrigues/UNIFEBE

Suellen Pereira Rodrigues

Rio de Janeiro

 

A previsão bem que assustou, mas o tempo colaborou e o grupo de estudos “Rotas do Itajaí” conseguiu uma visão privilegiada do Rio de Janeiro, do alto do Cristo Redentor, na manhã de sábado, 20 de junho.

cristo-grupoO segundo dia da viagem de estudos do Centro Universitário de Brusque – UNIFEBE, organizada pelo curso de Administração, foi voltada às práticas de Turismo na capital carioca. Do alto do Corcovado, no Parque Nacional da Tijuca, os estudantes, professores e secretários que integram o projeto observaram todos os detalhes da estátua art déco que retrata Jesus Cristo, e que, de braços abertos, abençoa a cidade do Rio de Janeiro.

A guia turística Ana Lúcia Ribeiro Perez da Costa acompanhou o grupo do “Rotas do Itajaí” durante a visita, além de apresentar os principais destinos turísticos e marcos da históricos em um passeio pela cidade.

Para a acadêmica da 7ª fase de Administração, Deise Ludwig, a cidade surpreendeu, além de todos os destaques que a tornaram famosa, mas também pela simpatia do povo carioca.

“Estar tão perto do Cristo, de braços abertos, para a cidade ver a sua dimensão é realmente sensacional! Que lugar fantástico”, elogia.

A estudante também participou da primeira edição do projeto, que passou pela serra gaúcha.

“Nessa busca constante para aprendermos com as melhores práticas de turismo que possam ser aplicadas em nossa região, tivemos uma aula de história, cultura, valores e ainda percebemos a importância de valorizarmos a nossa história e pensar um pouco mais na cultura de nossa região, que tem potencial e muito a ser feito. Estamos apenas começando”, diz.

Confira algumas imagens:

vista-cristo (1) vista-cristo (2) vista-cristo (4)

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *