Hospital Azambuja amplia serviços para atender demanda vinda da Maternidade

Medida foi tomada após o anúncio de fechamento de alguns serviços do Hospital e Maternidade de Brusque

azambuja
-
Crédito: Arquivo Município

Após o anúncio do fechamento das UTIs neonatal e adulta pelo Hospital e Maternidade de Brusque (HEM), assim como redução do horário do pronto-atendimento, outras instituições terão que absorver a demanda. A situação afeta, sobretudo, clientes dos planos de saúde, cujo atendimento é, em boa parte, direcionado ao HEM.

Empresas de plano de saúde ainda não se manifestaram claramente sobre como ficarão esses serviços. O Hospital Azambuja, por sua vez, elencou uma série de medidas para fazer frente ao aumento da demanda.

A direção do hospital se reuniu na quinta-feira, 3, para definir medidas emergenciais que serão adotadas após o anúncio da redução e fechamento de alguns serviços oferecidos pelo Hospital e Maternidade de Brusque.

A primeira medida já está em funcionamento, quando o ambulatório teve seu horário de funcionamento ampliado até as 22h30, com atendimento de clínico geral.

Algumas mudanças que ocorreriam na infraestrutura do hospital e que seriam realizadas nos próximos meses foram antecipadas, como a criação de mais quartos para atendimentos de particulares e convênios.

Estão sendo preparados ainda, novos leitos com televisores e ar-condicionado para se tornarem apartamentos e quartos coletivos para atender este público.

Outra novidade é a parceria com a Unimed de Brusque para montagem de mais três leitos de UTI, que devem ficar prontos em 15 dias, tempo para a chegada e instalação dos equipamentos. Enquanto isso, o Hospital Azambuja já preparou um novo leito na Unidade de Terapia Intensiva, ou seja, a unidade terá sete leitos e em duas semanas contará ao todo com 10 leitos na UTI.

Agemed garante serviços

O plano de saúde Agemed, procurado para comentar o assunto, informou que “mantém rede credenciada com os principais prestadores de serviços na área de saúde em Brusque e na região e vai garantir o atendimento às demandas de seus beneficiários”. Deixou de explicar, não obstante, como isso será feito.

A operadora também disse, por meio de nota, que dispõe do serviço de médicos online, que possibilita ao paciente um contato com médico por telefone, e opções de planos que incluem pronto-atendimento domiciliar e, em caso de necessidade, encaminhamento hospitalar.

A Unimed de Brusque foi contatada pelo Município Dia a Dia para comentar o assunto, mas, até o momento, não houve resposta. Via assessoria de imprensa, informou que o assunto foi tema de reunião com o Conselho de Administração na noite de segunda-feira, 7. É aguardada uma nota oficial até o fim desta terça-feira, 8.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *