Lâmpadas LED e postes inteligentes devem ser implantados em Brusque em 2017

Ação é fruto da parceria do município com o Distrito de Karlsruhe, na Alemanha

Comitiva de Brusque conheceu a MVV Energie AG, conceituada incineradora de resíduos sólidos da Alemanha -
Crédito: Daiane Benso

Sustentabilidade foi a principal temática discutida pela comitiva de Brusque durante reuniões na Alemanha na sexta-feira, 25. Os brasileiros visitaram Ettlingen e Eggenstein-Leopoldshafen e conheceram a sede e o Parque de Iluminação da EnBW – terceira maior empresa de energia do país.

Por meio da parceria com o Distrito de Karlsruhe, Brusque planeja trocar cerca de 200 lâmpadas antigas das vias públicas por lâmpadas LED e criar cinco estações Smight, os postes inteligentes. A mudança deve ser realizada gradativamente, já que antes é preciso realizar um diagnóstico dos locais mais frequentados na área urbana pelos brusquenses e aguardar a liberação de recursos do Centro de Serviços para os Municípios em Um Só Mundo ( Engagement Global) – órgão fomentador de parcerias voltadas ao clima. Porém, a previsão é que a implantação seja realizada ao menos em um ponto no próximo ano.

Rolf Schönhaar, da EnBW, diz que a adaptação para a iluminação LED possibilita um potencial elevado de economia energética de até 85%. Ele também explica que os componentes para os postes inteligentes são a iluminação de ruas em tecnologia LED com função wi-fi (público) e captação de dados referentes a sensores de meio ambiente: medição da umidade atmosférica, barulho, partículas finas, luminosidade, pressão do ar e temperatura. Além disso, há as funções de chamadas de emergência e estação de abastecimento para carros e bicicletas elétricos.

O prefeito de Brusque, José Luiz Cunha, o Bóca, o superintendente da Fundação do Meio Ambiente (Fundema), Cristiano Olinger e o presidente da Câmara de Vereadores, Roberto Prudêncio Neto, consideram a implantação do sistema na cidade um grande avanço. A partir de agora eles realizarão troca de informações com a EnBW e aguardarão a liberação do fomento. Ambos afirmam que não medirão esforços para que tanto as lâmpadas LED como os postes inteligentes se tornem realidade.

Incineração de lixo

Responsável pela realização de um dos tratamentos de resíduos mais eficientes da Europa, a MVV Energie AG, com unidade em Mannheim, é referência quando o assunto é incineração de lixo. Com o objetivo de compreender sobre os mecanismos deste procedimento, trocar experiências e buscar novas alternativas para o lixo de Brusque, a comitiva conversou também na sexta-feira, 25, com um dos colaboradores da MVV, Stephan Gremium.

Com alto padrão tecnológico, a empresa realiza a queima de resíduos industriais e comerciais obedecendo a portaria de proteção contra emissões, controladas em tempo real por sensores nas chaminés. Se ultrapassar o limite, a empresa pode ser fechada. A usina incinera por dia distintos materiais, sendo que de uma tonelada apenas 54 quilos são inertes e na maioria das vezes são utilizados na construção civil.

“A usina de lixo é um sistema que a Alemanha vem adotando desde que decidiu parar com os aterros sanitários. É um sistema que dá um melhor ganho ao meio ambiente, os lixos são incinerados e o resíduo formado é mínimo, muitas vezes até inerte, que pode ser usado na construção civil. Brusque só tem a ganhar com estes conhecimentos adquiridos nesta troca de experiência com a Alemanha”, afirma o superintendente da Fundema.

Para o prefeito Bóca, essa viagem trouxe muitos novos conhecimentos, já que este sistema ainda não existe no Brasil. “Os homens públicos precisam pensar neste tipo de tratamento de resíduos. Temos que pensar em Santa Catarina, em Brusque, pois assim promoveremos melhor qualidade de vida para o nosso povo e para o meio ambiente”.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *