Movimento O Sul é Meu País faz pesquisa neste sábado, 1, sobre criação de novo país

Urnas ficarão abertas para votação entre 8h e 17h em Brusque

o sul é meu país (Copy)
Celso Deucher é um dos líderes do movimento separatista -
Crédito: Arquivo Município

O movimento O Sul é o Meu País realizará consulta popular sobre a separação de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul para a formação de um novo país. Urnas de votação serão espalhadas por Brusque e ficarão à disposição da população entre 8h e 17h de amanhã.

A consulta popular ocorre, simultaneamente, em mais de 1 mil cidades (com população maior que 30 mil pessoas) nos três estados. O horário de votação varia de um município para outro, em Brusque, ele irá até as 17h.

De acordo com o coordenador geral do movimento, Celso Deucher, serão 22 urnas no município, sendo que a maioria ficará no Centro. Ele ressalta que a consulta – batizada de Plebisul – não tem caráter oficial.

A expectativa da organização do Plebisul é que, somente em Brusque, de 5 mil e 8 mil pessoas participem da consulta popular. No geral, está previsto que entre 500 mil e 1 milhão de catarinenses, paranaenses e gaúchos votem.

As urnas de votação serão de papelão e voto será de papel. A contagem final da pesquisa será feita em Brusque. Os dados dos outros municípios serão contados assim que o prazo encerrar-se e serão enviados por meio de um sistema para a central. Deucher espera que por volta de 21h30 ainda de sábado tudo esteja apurado.

Quanto ao resultado, Deucher espera que o “sim” vença. Segundo ele, o resultado de pesquisas anteriores indicaram que 70% dos brusquenses apoiam a separação do Sul para a formação de uma nova nação.

“O que nós estamos fazendo é uma pesquisa de opinião com amostra aleatória, mas, para darmos mais visibilidade, estamos colocando as urnas”, explica Deucher. Inicialmente, o Plebisul ocorreria no domingo, ao mesmo tempo em que as eleições municipais, entretanto, a Justiça Eleitoral não permitiu.

O impedimento legal para que o Plebisul seja validado é que a Constituição Federal não permite a dissolução territorial do país. Por isso, Deucher afirma que a consulta trata-se apenas de pesquisa, não de plebiscito, que seria ilegal.

No entanto, o resultado não será em vão. O movimento separatista irá compilar o resultado da pesquisa, que, de acordo com Deucher será a maior da história e será enviado oficialmente à presidência da República.

O coordenador do O Sul é Meu País diz que isto demonstrará a insatisfação da população com os rumos do país. “Brasília arrecada a riqueza e devolve pobreza”. Na visão dele, a cada R$ 100 enviados à capital federal, R$ 20 voltam em serviços.


Locais das urnas 

  • Próximo à loja Casas Bahia (Centro)
  • Em frente à Igreja Universal (Centro)
  • Travessa Guilherme Krieger (Centro)
  • Próximo ao GG Lanches (Centro)
  • Em frente ao terminal urbano (Centro)
  • Próximo ao restaurante Fuzon (Centro)
  • Próximo ao Shopping Gracher (Centro)
  • Praça Barão de Schneeburg (Centro)
  • Praça da Cidadania (Centro)
  • Próximo ao Archer (Centro)
  • Próximo ao supermercado Carol
  • (Guarani)
  • Em frente ao supermercado Carol (Dom Joaquim)
  • Mercado HS (Souza Cruz)
  • Próximo ao Mercado Maiko, Madeireira Silva (Steffen)
  • Em frente ao supermercado Carol
  • (Águas Claras)
  • Em frente a Passolini (Santa Terezinha)
  • Em frente ao Stop Shop (Santa Terezinha)
  • Próximo ao Hospital Azambuja (Azambuja)
  • Próximo à loja Havan (Centro 2)
  • Livraria Gralha Azul (São Luiz)
  • Próximo ao supermercado Archer (Santa Terezinha)
  • Próximo ao supermercado Archer
  • (Águas Claras)

1 Comentário

  1. Avatar
    Zapata´s Hokanas setembro 30, 2016

    “Se não há justiça para o povo, que não haja paz para o governo” – Emiliano Zapata, líder do Exército Libertador do Sul do México.

    Só falta um personagem para liderar publicamente, O Sul é Meu País!

    “Lights out guerilla Radio”
    Turn that shit up!

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *