Príncipe imperial participa da comemoração aos 180 anos da imigração italiana no Brasil, em São João Batista

A visita integrou a programação do Ciclo Brusquense de Conferências Magnas Temáticas

-
Crédito: Juliana Eichwald

Sob aplausos e fogos de artifício, Dom Bertrand Orleans e Bragança – que seria príncipe do Brasil caso o país voltasse à monarquia – chegou ao município de São João Batista por volta da 16h15 desta segunda-feira, 14. A visita do trineto de Dom Pedro 2º integrou a programação do Ciclo Brusquense de Conferências Magnas Temáticas e comemorou os 180 anos da imigração italiana no Brasil.

Antes mesmo do horário previsto para o desembarque do príncipe, dezenas de batistenses já se aglomeravam no campo de futebol da sede da ex-colônia Nova Itália, chamada atualmente de Colônia e local em que os primeiros 132 imigrantes italianos se instalaram no Brasil.

Após chegar de helicóptero e ser recebido tanto pelos moradores quanto por autoridades como o prefeito de São João Batista, Vilmar Francisco Machado, e o deputado estadual, Serafim Venzon, Dom Bertrand se dirigiu à Igreja São José.

No local, o príncipe participou de uma rápida oração e, depois, foi ao cemitério para depositar uma coroa de flores no túmulo de J. J. Zunino, um dos descendentes dos colonizadores italianos.

Em seguida, ocorreu a celebração oficial dos 180 anos da colonização no salão da igreja. Antes das autoridades se manifestarem, os moradores cantaram o Hino da Itália e o Hino Nacional Brasileiro. “Esse momento é uma página singular na história”, afirmou o historiador e organizador do Ciclo de Palestras, Paulo Vendelino Kons.

Durante a cerimônia, o príncipe imperial também conversou com os moradores. Para Dom Bertrand, a fé foi o que de mais importante trouxeram os imigrantes italianos ao Brasil.

“É uma honra participar desse momento. Os colonos trouxeram a fé e também essa reunião de vários povos. O Brasil é um país abençoado e que tem um futuro grandioso”, afirmou.

Após a solenidade, por volta das 17h30, o príncipe deu fim à visita com a inauguração da placa memorial que comemora os 180 anos e que foi instalada em frente à igreja São José.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *