Proerd forma mais de 1,9 mil crianças em Brusque

Solenidade ocorreu na noite desta quarta-feira, na Arena

-
Crédito: Bárbara Sales

Em clima de muita animação, foi realizada na noite desta quarta-feira, 23, na Arena Brusque, a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Neste ano, cerca de 1.900 alunos do 5º ano do ensino fundamental de todas as escolas de Brusque participaram do programa. “Conseguimos atender 100% das escolas de Brusque, sem distinção da rede de ensino, todas foram atendidas”, diz o comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar de Brusque, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro.

Realizado em Brusque desde 1999, o Proerd conta com quatro instrutores que têm a missão de mostrar os perigos do mundo das drogas para as crianças. Em cada turma são realizados 10 encontros semanais, com duração de uma hora cada. Durante os encontros, os instrutores abordam os perigos do cigarro, do álcool, ensinam as crianças a tomarem decisões e como agir sobre pressão, principalmente dos amigos.

“É sempre positiva a presença do policial na sala de aula. Procuramos deixar eles preparados para fazer a escolha deles. A gente mostra o que é certo e o que é errado, mas a escolha é sempre deles”, diz um dos instrutores, o soldado Guilherme Sedrez.

O comandante da Polícia Militar de Brusque destaca que o Proerd é o único programa de prevenção capaz de atingir a criança já no primeiro momento. “O Proerd tem um objetivo nobre que é conscientizar e orientar as crianças a estar longe dos problemas, sempre com o apoio da escola e da família, que é a base de tudo”.

Gomes ressalta que os resultados do Proerd têm sido positivos. “Grande número das pessoas que participam são pessoas de bem, bons cidadãos, não é o Proerd o suficiente para afastar, mas tenho certeza que é uma forma de prevenção”.

O instrutor Sedrez também ressalta a aproximação das crianças com o policial. “É muito importante essa relação policial-criança. Muitas vezes, elas tem uma visão ruim do policial porque os pais falam que vão prender, e com o Proerd isso muda. A criança tem muita curiosidade de saber sobre a nossa profissão e acabam tendo uma ideia diferente, que o policial é bom e não opressor”.

Até agora, o Proerd já formou mais de 24 mil crianças no município. O comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Paulo Henrique Henn, também esteve presente na solenidade. Para ele, o Proerd é como uma sementinha, que precisa ser regada e cuidada pelos pais para dar bons frutos. “Os pais precisam abraçar seus filhos, se não fizerem isso, eles podem ser abraçados por qualquer um em uma esquina”.

Proerd Kids
Junto com os alunos do 5º ano, também se formaram cerca de 200 crianças do 1º ano do ensino fundamental, que fazem parte do Proerd Kids. O programa é semelhante ao Proerd e, segundo coronel Gomes, dá ênfase no bom comportamento das crianças. Esta modalidade do programa existe no município há mais de três anos.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *