Quando foi a última vez que você leu, assistiu ou conversou sobre o aquecimento global?

OAI50C0

Talvez, não sobre o “mitológico” aquecimento global, mas, então, sobre mudanças climáticas: derretimento da calota polar, enchentes, furações, tornados, secas, nevascas, aumento do nível do mar, da temperatura dos oceanos, da emissão exacerbada de CO2, dos vazamentos de petróleo, das queimadas na floresta amazônica, do recorde de espécies extintas, da extinção dos corais marinhos.

Fala para mim, quando foi a última vez que você conversou sobre isso? Que você parou para refletir sobre como a quantidade de carne vermelha que você consome, ou de Doritos que você come, reflete diretamente no consumo catastrófico de água e de energia no planeta, no desmatamento de florestas ou na emissão de gás metano e gás carbono.

Eu não sei você, mas fazia muito tempo que eu não pensava em nada disso, na verdade, eu estava pensando, nestes últimos dias de chuva intensa  – e que chuva foi essa na nossa região né? – sobre esse ou aquele prefeito que devia ter limpado as ruas para não dar enchente na 1° de Maio ou no Centro: “mas também aquele bocó não faz nada pela nossa cidade”; “a Beira Rio não dá mais conta, e eles nem pra fazer alguma coisa”.

Meu caro, não é preciso nomear os culpados, porque eles só têm dois nomes: EU e VOCÊ. Sim, eu, porque não sou tão iluminado assim para poder tirar o meu da reta, e você, pelo simples fato: se a sua resposta for negativa para pelo menos uma das seguinte perguntas, então você é mais um dos contribuintes para a poluição global, alagamentos em Brusque e um futuro incerto para as crianças do mundo inteiro:

- Você separa o lixo orgânico do lixo seco?
- Você come carne vermelha somente em três dias da semana ou menos?
- Você instiga o pensamento ou a reflexão acerca de um mundo mais sustentável nas outras pessoas?
- Você fuma e joga a guimba do cigarro no chão?
- Você dá prioridade, na hora da compra, para produtos que tenham uma quantidade menor de embalagem?
- Você já participou de alguma manifestação pública em prol da sustentabilidade, segurança dos animais, entre outros assuntos que dizem respeito a um futuro mais ecológico?
- Você votou ou votará em candidatos que prezem pela redução do aquecimento global?
- Você participa de trabalhos voluntários de limpeza coletiva; hortas comunitárias, etc?
- Você preza pela reutilização de produtos?
- Você ama o seu planeta e por isso luta, inicialmente, através de pequenos por um futuro melhor ?
- (…)

A lista de ações que agravam cada dia mais a nossa realidade é gigantesca. Bem como a nossa responsabilidade em mitigar a poluição global. Para isto, não espere o seu prefeito fazer alguma coisa, as empresas tomarem uma decisão de mudança. Comece por você, tente aos poucos mudar a sua dieta. Por exemplo, a cada 1 kg de carne vermelha que você deixa de consumir, mais de 1000 litros de água são economizados. Vote em candidatos que possam representar um futuro mais verde para as nossas crianças. Sempre que possível opte por produtos que amenizem os danos à natureza.

Enfim, são muitos os modos para proteger o nosso futuro, e você não vai querer sentir vergonha de si no amanhã, porque você teve a possibilidade de fazer a mudança hoje, mas não o fez por preguiça ou “falta de tempo”. O mundo precisa de você e de suas ações. Pare de reclamar da enchente na 1° de Maio e comece a lutar por soluções, assim, estas situações serão amenizadas não somente aqui em Brusque mas também em todo o planeta.

 

avatar pedro

 

Pedro Rabelo de Araújo Neto – 17 anos – terceirão

1 Comentário

  1. Avatar
    Zionist´s Killer dezembro 01, 2016

    Eu fazia tudo isso que fora acima enumerado. Mas mudei a estratégia: agora nego que existe o “Ecologicamente Correto”.
    Explico:
    “Obedece quem tem juízo” – depois que o Donald Trump se elegeu, nem tive coragem mais em falar em Aquecimento Global, ainda preciso do visto!

    - Se aquele topetudo – “fantoche” dos “donos do mundo” titereiros SIONISTAS” – se elegeu presidente do país mais poderoso do mundo falando dentre tantas bobagens que “Aquecimento Global” nunca existiu, é melhor eu seguir o exemplo dele, porém dando uma de FALSIANE;

    - As vezes para destruir o INIMIGO você deve se juntar à ele!

    Parei de reclamar da enchente na 1° de Maio faz tempo!

    (mas na real, sou mais orgânico que humano, as vezes penso que sou um reptiliano rebelado.)

    #VivaAsVacas

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *