“Rotas do Itajaí” visita as empresas Natura e Renner Sayerlack em São Paulo

Projeto ainda passou pelos principais pontos turísticos da cidade

rotas
-
Crédito: Suellen Pereira Rodrigues

O fim de semana foi intenso para os participantes do projeto “Rotas do Itajaí” do curso de Administração do Centro Universitário de Brusque – UNIFEBE. Na sexta-feira, 10 de junho, primeiro dia da 4ª edição da viagem de estudos, o grupo passou por Cajamar para duas visitas técnicas, e depois seguiu para a capital São Paulo.

O primeiro compromisso da vigem foi na empresa de tintas e verniz Renner Sayerlack S. A. A unidade fabril possui mais de 65 mil m² e conta com laboratórios, centros de aplicação dos produtos e de pesquisa. No local, os integrantes do Rotas conheceram as instalações da empresa e conversaram com o diretor-técnico Rolando Marini.

— Muito obrigado por terem vindo visitar a nossa indústria. As faculdades precisam preparar seus alunos para conhecer a realidade e as opções disponíveis no mercado de trabalho. Por isso, parabéns a vocês por terem vindo conhecer na prática como as coisas funcionam. Conhecimento é o bem mais precioso que podemos ter, porque isso ninguém pode tirar da gente — disse Marini.

Após o tour pela fábrica, o grupo seguiu em direção à empresa Natura. As instalações surpreenderam os acadêmicos da UNIFEBE.

natura

— Gostei bastante de como é feita a produção, as máquinas e a organização estrutural. A empresa me surpreendeu em questões de tamanho, estrutura e logística — elogia a aluna de da 3ª fase de Gestão Comercial Aline Adriana Bruna de Moraes.

— É uma estrutura completamente fora da nossa realidade. Me surpreendeu também o fato de tudo ser bem entrosado com o meio ambiente, tudo ali foi planejado para possíveis ampliações e para proporcionar bem-estar. Os funcionários devem se sentir bem com todos os benefícios fornecidos pela empresa — acredita a acadêmica da 3ª fase de Processos Gerenciais Eloise Cristine Eccher.

Na capital paulista, o grupo se hospedou na Pousada e Hostel Cidade de São Paulo para analisar o modelo de hospedagem caseira.

— Na edição da viagem no Rio de Janeiro, assistimos a uma palestra sobre o assunto. Desde então só aumentou nossa vontade de conhecer na prática como funciona estar hospedado em um Hostel. Tenho certeza de que este é um modelo de negócio que pode, facilmente, ser implantado em nossa região — diz a coordenadora do “Rotas do Itajaí” Rosemari Glatz.

O encerramento da viagem ocorreu no sábado com passeio pela avenida 25 de março, a rua mais famosa de comércio popular de São Paulo, e um passeio com o “ônibus circular Sightseeing SP”, que passa pelos principais pontos turísticos da capital. O ônibus percorreu locais, como: museus, o estádio municipal do Pacaembu, a Avenida Paulista, o bairro da Liberdade e o Parque Ibirapuera.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *