Samae Brusque investe R$ 169 mil em novo software de telemetria

Aplicativo de empresa blumenauense já está em fase de testes

_DSC4332
-
Crédito: Felipe Cavichioli/Arquivo Município

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque realizou a aquisição de um novo software de automação e telemetria pela importância de R$ 169 mil.

Fornecido pela empresa DRJ Radiocomunicação LTDA., de Blumenau, o programa tem como objetivo monitorar, quase que em tempo real, os status das estações elevatórias de água tratada, sistemas isolados e, claro, a situação da Estação de Tratamento de Água (ETA) Central. As informações são repassadas via rádio, numa frequência exclusiva.

Pressão de entrada de água, níveis de cisternas e reservatórios, pressão de bombeamento, pressão de saída de água. Informações que hoje já são acompanhadas na central de telemetria existente na sede central do Samae Brusque. Porém, o novo software trará os dados com mais celeridade para os colaboradores da autarquia, já que o programa até então utilizado já se encontrava defasado e sobrecarregado. “Todas essas informações a gente tem no nosso sistema central e podemos fazer esse monitoramento remoto, identificando falhas ou fazendo análises e estudos para possíveis melhorias (…) o sistema que vínhamos utilizando era limitado, em termos de volume de monitoramento. Ele funciona? Funciona, mas já está no limite dele, diminuindo a velocidade de monitoramento. As informações já chegam com atraso. Queremos deixar o processo mais veloz para podermos dar uma resposta mais rápida em campo”, informou Diego Pena, engenheiro da autarquia.

Atualmente são 55 os pontos de telemetria monitorados, o que contempla todos os sistemas isolados (pequenas estações de tratamento), reservatórios e a maioria das Estações Elevatórias de Água Tratada (EATs). “Já existe uma previsão de demanda de pontos que a gente possui e não está na telemetria, de 13 unidades. Fora as unidades que ainda virão a nos pertencer”, complementa.

Para a diretora-presidente do Samae Brusque, Fabiana Dalcastagné, é um investimento não tão vultoso, que pouco comprometerá a receita da autarquia. Porém, em contrapartida, trará um benefício considerável, tanto para a equipe de colaboradores, quanto para a população brusquense. “Modernizando nosso sistema, diminuiremos ainda mais o tempo de pronta-resposta de nossas equipes de plantão em casos em que se faz necessária a presença dos mesmos”, finaliza.

Sem Comentários

Sem Comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esta notícia.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *